FEMUSC
Bewegen 970x90
SC News 2022
Sepultada hoje no PR

‘Muito abalados’, diz advogado sobre família de Amanda Albach, que foi sepultada neste domingo.

Corpo da jovem assassinada a tiros foi levado para Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba, na madrugada deste domingo (5).

05/12/2021 14h23
Por: Vitor Blemer
Fonte: ND Mais
Amanda Albach foi encontrada morta nesta sexta-feira (3) – Foto: Reprodução/Internet
Amanda Albach foi encontrada morta nesta sexta-feira (3) – Foto: Reprodução/Internet

O corpo de Amanda Albach foi liberado na madrugada deste domingo (5) para o velório e enterro em Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba. O sepultamento foi às 11h30.

A informação foi confirmada pelo advogado da família, Michael Pinheiro. Segundo ele, a mãe e o irmão da jovem de 21 anos estão muito abalados. “A família está tentando se restabelecer, é um momento muito difícil.”

Amanda foi encontrada enterrada nesta sexta-feira (3), na praia do Sol, no limite entre Laguna e Imbituba, após 18 dias desaparecida. A jovem havia sido vista pela última vez no dia 14 de novembro numa festa em Jurerê Internacional, em Florianópolis.

Ela saiu de Fazenda Rio Grande para comemorar o aniversário da amiga, uma das suspeitas de envolvimento no assassinato.

“Obrigada a cavar a própria cova”

A jovem foi obrigada a cavar a própria cova antes de ser morta com dois tiros por uma das três pessoas que foram presas, na última quinta-feira (2), suspeitas pelo desaparecimento da jovem. A revelação foi feita pela Polícia Civil em entrevista coletiva na tarde de sexta-feira (3).

“Ele [suspeito] coagiu Amanda a caminhar com uma pá e depois a obrigou a cavar uma cova na praia de Itapirubá, entre Imbituba e Laguna. O homem então efetuou dois disparos de arma de fogo, depois tapou o buraco e saiu. As outras duas pessoas que estão presas não presenciaram a cena”, relataram os investigadores.

O último contato de Amanda com a família foi por meio de um áudio. Segundo a polícia, a vítima já estava no local em que seria morta.

“Inclusive no áudio que Amanda encaminhou para a família, ela já estava no local do crime, segundo o próprio investigado relatou. Havia barulho de vento e a voz dela estava estranha”, diz a polícia.

Os investigadores dizem que a morte de Amanda aconteceu por volta das 22h do dia 15 de novembro.

Motivo do crime

Conforme a polícia, informações preliminares indicam que um dos investigados se sentiu incomodado porque percebeu que Amanda teria contado para terceiros que ele seria envolvido com tráfico de drogas.

Além disso, a jovem teria fotografado uma arma que o suspeito tinha na casa e mostrado a outras pessoas. “Ele [suspeito] não gostou da situação”, relatam os investigadores.

“O desentendimento aconteceu na própria casa. O local do crime era próximo da residência dos suspeitos”, reforçam os delegados. A polícia ainda investiga se mais pessoas estariam envolvidas no crime.

Publicidade:

FIQUE POR DENTRO DE TUDO

QUE ACONTECE EM TEMPO REAL,

CLIQUE AQUI AGORA  

TENHA TUDO NO SEU WHATSAPP!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Jaraguá do Sul - SC
Atualizado às 17h11
30°
Poucas nuvens Máxima: 34° - Mínima: 23°
34°

Sensação

17.4 km/h

Vento

70.1%

Umidade

Fonte: Climatempo
JF DIESEL
Cia das Piscinas
SC News 2022
HC Hornburg
IN BOX 300X600
Renovee Energia Sola
IN BOX 300X250
Renovee Energia Sola
Fachini 300x250
HC Hornburg
Pedra Flor 300x250
Pedra Flor 300x250
JF DIESEL 300X250
Municípios
Fachini 300x250
INFO CAMPE
Pedra Flor 300x250
JF DIESEL 300X250
IN BOX 300X250
Últimas notícias
Pedra Flor 300x250
Livratto
IN BOX 300X250
Fachini 300x250
Mais lidas
Fachini 300x250
Pedra Flor 300x250
IN BOX 300X250
Fachini 300x250
Pedra Flor 300x250
IN BOX 300X250