Você viu na SC News
Campanha pref JGS - ANIVERSÁRIO JGS
Bewegen 970x90
Camp. Pref. JGS Covid Jul/Ago 21
Desejo da modelo

Modelo que morreu no Chile queria que cinzas fossem jogadas no mar em SC, diz família.

Nayara Vit morreu no dia 8 de julho em Santiago; família que mora em Porto União postou homenagem à modelo nas redes sociais.

12/07/2021 20h31
Por: Vitor Blemer
Fonte: NSC Total
Polícia ainda investiga o que teria causado a morte da modelo (Foto: Arquivo pessoal)
Polícia ainda investiga o que teria causado a morte da modelo (Foto: Arquivo pessoal)

A modelo Nayara Vit, que morreu após cair do 12º andar de um prédio no Chile, tinha o desejo que suas cinzas fossem jogadas no mar, em Florianopólis, segundo a família. Os pais dela moram em Porto União, no Planalto Norte catarinense, e fizeram uma homenagem à jovem nas redes sociais. As informações são do G1.

"Ela era completa, viveu tudo de bom e de ruim com muita velocidade. [...] Saudade do que não vivemos, saudade do que poderíamos ter feito", diz a nota publicada pela mãe, Eliane Marcos.

O caso ocorreu na madrugada de 8 de julho. Nayara tinha 33 anos, morava há 16 no Chile e era considerada uma celebridade em Santiago, a capital. Ela estava em casa, com a filha de 4 anos, o namorado e uma babá quando ocorreu a queda. 

Segundo o irmão, Guilherme Vit, ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. A família descarta a hipótese de suicídio e suspeita de feminicídio, com um possível envolvimento do namorado da modelo.

— A Nayara não tinha nenhum histórico de depressão e zero indícios que cometeria qualquer ato desse — disse o irmão ao G1.

Ele conta, ainda, que a família soube da morte pelo ex-marido da modelo. De acordo com Guilherme, uma amiga dela ligou avisando que ele precisaria buscar a filha, pois Nayara tinha "se matado".

— Porém, quando ele chegou ao local, estranhou não ter a polícia investigativa no apartamento e o namorado dela [estava] agindo estranho. Ele questionou a babá da neném se ela tinha ouvido alguma coisa. A babá falou que ouviu um barulho de vaso caindo, posteriormente um grito da Nayara e depois, a queda dela — relembra Guilherme.

Até o momento, porém, ninguém foi preso. O irmão disse, ainda, que o corpo da modelo não pode ser encaminhado ao Brasil enquanto o caso é investigado. O velório e o sepultamento vão ocorrer nesta terça-feira (13) no Chile.

Devido à pandemia de Covid-19, a família informou que não consegue ir até o país, nem para o enterro ou para auxiliar nas investigações. Guilherme afirma que Nayara desejava que as próprias cinzas fossem jogadas no mar de Florianópolis. A família da modelo é natural de Cuiabá, mas os pais moram em Santa Catarina.

— Estamos em tratativas com o Itamaraty, pedindo ajuda para que solucionem este caso o mais breve possível para que assim possamos trazer o corpo de Nayara ao Brasil e realizar o seu pedido de ser cremada e suas cinzas jogadas ao mar — disse a mãe nas redes sociais.

A reportagem do G1 entrou em contato com o Itamaraty sobre o caso, mas ainda não teve retorno.

FIQUE POR DENTRO DE TUDO

QUE ACONTECE EM TEMPO REAL,

CLIQUE AQUI AGORA  

TENHA TUDO NO SEU WHATSAPP!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Jaraguá do Sul - SC
Atualizado às 19h17
11°
Muitas nuvens Máxima: 20° - Mínima: 10°
11°

Sensação

8.9 km/h

Vento

87.6%

Umidade

Fonte: Climatempo
HC Hornburg
Renovee Energia Sola
Grão de Gente 300x600
Cia das Piscinas
Lar dog lar
Pedra Flor 300x250
Ig Energia
Fachini 300x250
HC Hornburg
Grão de Gente 300x250
Prática
Renovee Energia Sola
Pedra Flor 300x250
Municípios
SOS Cidadão
INFO CAMPE
Pedra Flor 300x250
Fachini 300x250
Grão de Gente 300x250
Últimas notícias
Grão de Gente 300x250
Livratto
Rodízio em Casa Jaraguá
Pedra Flor 300x250
Fachini 300x250
Mais lidas
Pedra Flor 300x250
Fachini 300x250
Grão de Gente 300x250
Grão de Gente 300x250
Fachini 300x250
Pedra Flor 300x250