Bewegen 970x90
Bewegen 970x90
Você viu na SC News
Bewegen 970x90
Operação da PF.

PF faz buscas contra Salles e Ministério do Meio Ambiente por irregularidades na exportação de madeiras.

Cerca de 160 policiais federais cumprem 35 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, em São Paulo e no Pará.

19/05/2021 08h51
Por: Vitor Blemer
Fonte: Estadão
Ministro Ricardo Salles. FOTO: ADRIANO MACHADO/REUTERS
Ministro Ricardo Salles. FOTO: ADRIANO MACHADO/REUTERS

A Polícia Federal faz buscas, na manhã desta quarta, 19, em endereços ligados ao ministro Ricardo Salles e ao Ministério do Meio Ambiente. O presidente do Ibama, Eduardo Bim, também tem endereços vasculhados pela corporação. As medidas fazem parte da Operação Akuanduba, que investiga crimes contra a administração pública – corrupção, advocacia administrativa, prevaricação e facilitação de contrabando – supostamente praticados por agentes públicos e empresários do ramo madeireiro.

Por volta das 7h30, três agentes da Polícia Federal deixaram a sede do ministério carregando malotes. Duas viaturas da corporação seguem em frente ao prédio da pasta.

Cerca de 160 policiais federais cumprem 35 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, em São Paulo e no Pará. As ordens foram expedidas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

Alexandre também determinou o afastamento preventivo de dez agentes públicos ocupantes de cargos e funções de confiança no Ibama e no Ministério do Meio Ambiente.

Além disso, o ministro suspendeu um despacho assinado pelo presidente do Ibama, Eduardo Bim, em fevereiro de 2020, que trata da autorização de exportação de madeiras. O despacho 7036900/2020 já havia sido questionado na Justiça por organizações de defesa ao meio ambiente, que alegavam que na prática, o documento ‘liberou a exportação de madeira nativa sem fiscalização a pedido de madeireiras’.

Carros da PF estacionados em frente à sede do Ministério do Meio Ambiente. Foto: Dida Sampaio/Estadão

De acordo com a Polícia Federal, as investigações tiveram início em janeiro deste ano ‘a partir de informações obtidas junto a autoridades estrangeiras noticiando possível desvio de conduta de servidores públicos brasileiros no processo de exportação de madeira’.

A corporação informou que o nome da ofensiva, Akuanduba, faz referência a ‘uma divindade da mitologia dos índios Araras, que habitam o estado do Pará’.

“Segundo a lenda, se alguém cometesse algum excesso, contrariando as normas, a divindade fazia soar uma pequena flauta, restabelecendo a ordem”, registrou a PF em nota.

A reportagem tentou falar diretamente com Salles, que não atendeu às ligações.

Carros da PF estacionados em frente à sede do Ministério do Meio Ambiente. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Publicidade: 

Você viu na SC News

FIQUE POR DENTRO DE TUDO

QUE ACONTECE EM TEMPO REAL,

CLIQUE AQUI AGORA  E

TENHA TUDO NO SEU WHATSAPP!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Jaraguá do Sul - SC
Atualizado às 22h59
12°
Tempo aberto Máxima: 21° - Mínima:
12°

Sensação

9.5 km/h

Vento

84.8%

Umidade

Fonte: Climatempo
Cia das Piscinas
HC Hornburg
Grão de Gente 300x600
Grão de Gente 300x250
Pedra Flor 300x250
HC Hornburg
Prática
Fachini 300x250
Pedra Flor 300x250
Ig Energia
Lar dog lar
Municípios
Fachini 300x250
Grão de Gente 300x250
INFO CAMPE
Pedra Flor 300x250
SOS Cidadão
Últimas notícias
Grão de Gente 300x250
Livratto
Pedra Flor 300x250
Fachini 300x250
Rodízio em Casa Jaraguá
Mais lidas
Fachini 300x250
Pedra Flor 300x250
Grão de Gente 300x250
Grão de Gente 300x250
Fachini 300x250
Pedra Flor 300x250